Família de um dos desaparecidos após avião que saiu de RO sumir pede quebra de sigilo telefônico

Publicado por Quiel em Noticias Gerais

aeronave

Publicado em 15 de maio, 2019 | Nenhum Comentário

Objetivo é conseguir com que operadora de telefonia forneça dados que possam auxiliar nas buscas, que chegou ao 4º dia. FAB ainda não encontrou sinal da aeronave.

 

A família de Joerli Silvares Teixeira, de 34 anos, um dos ocupantes do avião que desapareceu após sair de Espigão D’Oeste (RO) com destino a Fortaleza (CE), entrou na Justiça com uma medida cautelar de urgência para tentar uma quebra de sigilo telefônico.

O último contato feito por Joerli com os parentes foi no dia 28 de abril pelo celular, data do desaparecimento. O piloto do avião, identificado apenas como Júnior, também continua desaparecido. O pedido é analisado.

O objetivo é conseguir com que a operadora de telefonia forneça dados que possam auxiliar nas buscas pela aeronave, Joerli e o piloto Júnior. Equipes da Força Aérea Brasileira (FAB) seguem com os trabalhos de busca, que chegou ao quarto dia nesta terça-feira (14).

 

Buscas

Até o momento, a Força Aérea Brasileira não conseguiu detectar qualquer sinal do avião, nem mesmo dos desaparecidos.

A Salvaero Amazônico, unidade da FAB responsável pelas buscas na Região Norte, disse estar usando uma aeronave que tem eletro-óptico de busca por imagem e por aspectro infra-vermelho.

Tais recursos permitem, por exemplo, que um avião seja encontrado mesmo que encoberto pela vegetação. Ou até mesmo uma pessoa no mar.

 

As informações são do site G1

Compartilhe

Sobre Quiel

FacebookVer outros posts de Quiel

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Família de um dos desaparecidos após avião que saiu de RO sumir pede quebra de sigilo telefônico
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário