MEC terá que voltar atrás em orientação sobre protestos

Publicado por Quiel em TRANSNOTICIAS

mec ministerio da educação

Publicado em 04 de junho, 2019 | Nenhum Comentário

 

Ministério Público Federal dá prazo de dez dias para que o Ministério da Educação cancele nota oficial com orientação sobre protestos.

Na semana passada, o MEC desautorizou professores, servidores, funcionários, alunos e até mesmo seus pais de divulgarem ou estimularem protestos durante o horário escolar.

O texto foi publicado após o registro de manifestações, em diversos pontos do País, contra o corte de recursos na área da Educação.

De acordo com o Ministério Público Federal, o MEC deve se retratar quanto à publicação.

O órgão ainda recomenda que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, abstenha-se de cercear a liberdade da comunidade estudantil.

A recomendação é assinada conjuntamente pela Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão e pela Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão do Rio Grande do Sul.

Os procuradores ainda ressaltam que a quebra de autonomia de ensino abre espaço para a prática de censura de natureza política e ideológica.

As informações são do Valor Econômico.

Compartilhe

Sobre Quiel

FacebookVer outros posts de Quiel

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: MEC terá que voltar atrás em orientação sobre protestos
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário