Vereadores reeleitos devem ser soltos e oposição vai perder força na Câmara de Vilhena

Publicado por DjBuddha em Noticias Gerais, TRANSNOTICIAS

thumb

Publicado em 03 de fevereiro, 2017 | Nenhum Comentário

A soltura do ex-vereador José Garcia (DEM) abre caminho para que os demais presos junto com ele, acusados de corrupção, também sejam libertados nos próximos dias. A decisão do benefício deve se estender para Marta Moreira (PSC), Marcos Cabeludo (PHS), Jairo Peixoto (PP) e certamente favorecerá o destino dos vereadores reeleitos e que dependem da liberdade para frequentarem as sessões na Câmara e ainda enfrentarem mais uma batalha, agora de ordem política: a CPI criada para investigar se eles quebraram o decoro parlamentar.

Soltos, os parlamentares reeleitos Carmozino Alves (PSDC), Junior Donadon (PSD) e Wanderlei Graebin (PSC) também devem enfrentar com mais tranquilidade a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instaurada contra eles na última terça-feira, 31. O prazo que o regimento interno da Casa permite para que um edil falte às sessões é de três sessões ordinárias e que começará  a contar já no dia 07 e fevereiro, terça-feira próxima.

A notícia da soltura de Garcia chegou no momento crucial para a Câmara, que já se preparava para o afastamento dos três parlamentares que passam a ser investigados pela CPI. Apesar de não terem sido afastados dos cargos, nos bastidores da Câmara o que se espalha é que a liberdade dos parlamentares não viria em boa hora, principalmente para os membros que atualmente compõem a maioria na oposição.

Com o trio livre, os seis que dominam as decisões na atual legislatura perdem força. Isso porque, conforme o apurado, a defesa dos parlamentares que dependem de seis votos para serem cassados poderá ser patrocinada pela prefeita Rosani Donadon (PMDB) que pode virar o jogo atraindo Graebin, um forte e velho aliado da família Donadon, mas que se chegar a ter o mandato cassado, abre a vaga para o suplente, Wilson Tabalipa (PV). O substituto poderia se tornar um grande incômodo,  intensificar a queda de braço com a prefeita e deixa-la em desvantagem quanto aos seus interesses na Casa. A estratégia para ajudar a manter os três investigados nos cargos seria mais vantajosa do que permitir a entrada do suplente, Josué Donadon (PMDB), que está na fila. Na visão de analistas políticos, virar a situação com um quadro de sete para ela vai facilitar sua atuação no que depender de aprovação de matérias no Parlamento.

Compartilhe

Sobre DjBuddha

Facebook TwitterVer outros posts de DjBuddha

Nenhum Comentário

No momento não há comentários para: Vereadores reeleitos devem ser soltos e oposição vai perder força na Câmara de Vilhena
Que tal ser o primeiro? Comente!

Deixe um comentário